quarta-feira, 12 de novembro de 2008

ficção "O encontro"

Primeiro um, logo seguido de outro e o terceiro e mais forte dos três choques, ao vê-la, confirmando o primeiro choque ao sentir aquela fragrância inesquecivel, antes do embate do segundo choque.
- Sempre foste péssima a conduzir...
- Desculpa mas eu vinha da direita.
- E agora, chamamos a polícia?
- hmmm...os ovos estão inteiros.. o vinho também...
- hmmm, confesso que o meu carrinho já vinha com as rodas empenadas... estás com bom aspecto...está tudo bem? compras a uma hora destas?

Ele encarou-a primeiro sem expressão, depois com surpresa e por fim com embaraço. Os dois sorriram. Era a primeira vez que se viam depois de uma separação complicada.

- É...tenho uns amigos lá em casa...obrigada, tu também e tu que fazes no super a esta hora?
- Também tenho uns amigos lá em casa... (ela disse uns amigos lá em casa?ou será só um amigo?Ela é uma mulher bonita, esbelta, claro que podia ter namorado, a estúpida...)
- Ah.. olha que coincidência... engraçado... (ele odiava festas e ter gente em casa...amigos?ou será uma amiga?afinal ele era bem-parecido e aquele truque com os pés...deixara a amiga no carro e viera fazer compras de última hora...o estúpido!)
- Pois...as coincidências..
- Bem, estou a ver que agora é festa a toda a hora, para quem não apreciava festas...
- As pessoas mudam...
- Pois... parece que sim...

Ele pensou em perguntar pela familia. Ela se ele estava mesmo bem. Começaram a falar ao mesmo tempo. Riram. Depois despediram-se sem dizer mais nada.

Quando ela chegou a casa ouviu a mãe resmungar, da cama, que ela precisava de acabar com aquelas compras á noite. Ela não disse nada. Guardou as compras e foi dormir.
Ele, ao chegar ao pequeno apartamento, abriu uma lata de atum, um pacote de batatas fritas e ficou a beber cerveja até ter sono e ir dormir.
- Aquela estúpida (pensou ele antes de adormecer)
- Aquele estúpido (pensou ela ao deitar-se)

4 comentários:

Metade da Laranja disse...

Os adultos são mesmo complicados :S

Precis Almana disse...

Realidades virtuais...
Obrigada pela visita ao meu recém mobilado canto :-)

nuvem disse...

Uma vez escrevi qualquer coisa deste género...

Gostei muito.

Sara disse...

:)