sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Haverá algo mais deprimente?

Este fim de semana vou a Lisboa a uma festa de anos.
Estou a ficar um bocado farto de fingir que fico muito excitado sempre que alguém faz anos. A sério, o que é que isso tem de especial? Uma pessoa nasceu, ok, ficamos contentes, mas quantas vezes temos de festejar o facto de uma pessoa ter nascido? Todos os anos, todas as pessoas?? Afinal, a única coisa que fizemos foi passar doze meses sem morrer. Isso tem alguma coisa de especial? E acho que ninguém (adulto) gosta que lhe cantem os parabéns. Parabéns porque?? Só se for por ter sobrevivido mais doze meses sem ter sido atropelado ou vitima de um acidente de viação. Ou por ter escapado a alguma doença infecciosa começada pela letra H ou N. Ou por ter escapado mentalmente ileso a três eleiçoes e a mais um fracasso amoroso da Elsa Raposo.

E depois o frete das prendas que ninguém gosta.
- Gostas mesmo?É giro não é?
- gosto..
- Quero ter a certeza de que gostas.
- Adoro.
- Eu achei que ias gostar.
- E achaste bem, é perfeito.
- É que se não gostares, podes ir à loja e trocar por outra coisa. (é tudo mentira, ninguém tem coragem de ir á loja trocar aquelas meias horriveis com renas em posições embaraçosas)

e quem é que precisa de um pisa papéis??Será que a minha familia e amigos, pensam que trabalho numa banca de jornais, ou tenho um escritório no meio do jardim do prédio?
De onde vem o vento????

e as velas?
Nada mais deprimente que ver o bolo de aniversário só com duas velas... É como se nos dissessem: Estás a ficar velho, são só duas vê lá se as consegues apagar.
É tão deprimente que já me vejo velho, com as pessoas por trás a baterem palminhas e a dizerem Força!Força! e a ajudarem a soprar as velas enquanto nós pensamos: Eh pá, consegui apagar estas velas todas e estou só a inalar! Estou em boa forma. Vou viver muito mais anos.

Com sorte ainda adormeço no comboio e vou parar a Viana

12 comentários:

Fenix disse...

Sabes... eu já estou quase nos 45 e ainda gosto que me cantem os parabéns!
Mas não por rotina, não cantados por obrigação.
E não gosto de receber presentes desses, dessa forma, tal como relatas.
Mas gosto daqueles presentes que aparecem espontaneamente, sem ser por fazer anos ou ser Natal... daqueles que aparecem porque alguém simplesmente se lembrou de mim...

Não sei como é contigo, mas eu deixei-me desses fretes... não me apetecem essas festas, cantar esses parabéns, dar esses presentes... NÃO O FAÇO!
Descobri que até é melhor... deixo também de os receber, de passar pelo outro frete!
Mas, daquelas pessoas que sei que gostam mesmo de mim..., dessas espero receber pelo menos um :-)
Basta-me isso, para saber que pensaram em mim.
E só isso é o melhor presente que me podem dar... sem fretes... de nenhuma das partes.

Susana disse...

Mais deprimente é chegares a essas festas de anos e o aniversariante estar deprimido por estar um ano mais velho e ainda por cima estarem todos a comemorar esse facto... =D

Eu concordo com a Fenix, prefiro os parabéns sentidos daquelas pessoas que sabes que gostam de ti e o que o fazem não para marcar o facto de estares mais velho um ano, mas sim para comemorar o facto de tu teres nascido neste dia e isso para eles é motivo para celebrar.. ;o)

memyselfandi disse...

"Biana" é altamente! Leva-me contigo que eu bou.

Sairaf disse...

Olá Paulo,
o que me agrada mais nas festas de aniversário não são as cantigas, mas sim o momento em que todos se reúnem à mesa e que eu observo que o espaço é cada vez mais pequeno para tanta gente, pois a cada ano que passa vêm sempre mais um.

Nesses momentos saudosistas, recordamos tudo o que de bom passamos juntos... e sabemos que ao final da noite vamos ter muitas mais recordações para mais tarde recordar.

Diverte-te
Abraço doce
Sairaf :D

100 remos disse...

Viena...;)

Paulo disse...

Viena era ouro sobre azul...

Sayuri disse...

Eu gosto de festejar aniversarios! Os meus e os dos outros que me rodeiam. É comemorar a presença dos nossos nas nossas vidas, é constata-mos que temos amigos que realmente gostam de nós. Ninguém se deve sentir na obrigação de. Ninguém que goste de nós o sentirá...

Lillium_s disse...

Na minha simples opinião, axo que se deve celebrar a vida!! Para isso deveriamos fazê-lo todos os dias (e não só anualmente)... Amo festas e estar com a família, mas para mim não é necessário uma "ocasião especial" para o fazer (basta estarmos juntos para já ser especial). Qualquer altura é uma boa altura para presentear alguém querido, ou porque concretizou um sonho, atingiu um objectivo, por simplesmente querermos dar-lhe algo, pork realmente precisa ou pork está triste e a queremos animar.... Dizer "olha, se te portares bem qdo fizeres anos dou-te uma prenda", axo que não estimula nem dá animo ... " qdo fizer anos recebo uma prenda de qualquer jeito"....

é só o k eu axo....

Anónimo disse...

Provavelmente falas assim pk deves fazer anos, e neste momento estás deprimido por estares mais velho!!

Rakel disse...

Me pergunto várias vezes se a festa é pro aniversariante ou para os amigos...
Olha , acho ke não é preciso uma data específica pra se reunir com os amigos,pra desejar um bom ano, ou para dizer ke estamos mais velhos. Há dias ke nos sentimos com 73 anos, outros com 15...é tudo tão relativo...

Celeste disse...

Também Bou a Biana e a Viena!! Sempre achei muita piada aos comentários anónimos!!! Qto a aniversários ... festas, festas, embrulhos, ui, ui, era todos os dias!

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ prix cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis generique
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis 20 mg