quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Fábula mal contada

Há uma fábula muito conhecida do sapo e do escorpião.
Em que o escorpião pede ao sapo para o transportar de uma margem do rio, para a outra. O sapo contesta o pedido do escorpião com medo que este o ferre com o ferrão venenoso. Ao que o escorpião responde que se o ferrar, também ele se "ferra" porque não sabe nadar.
O sapo acede ao pedido do escorpião e ao transportá-lo para a outra margem do rio, sente a picado do seu ferrão venenoso. E ambos morrem, ao que o escorpião explica ao sapo antes de morrerem, que não resistiu à sua natureza e o picou.

Mas esta fábula está mal contada. É impossível que um sapo ignore a natureza do escorpião. Se um sapo transporta um escorpião ás costas, é porque está decidido a morrer.

3 comentários:

Sairaf disse...

Porque será que os escorpiões tem sempre fama de maus?.... pouca sorte :P :)
abraços
Com carinho
Sairaf

Lillium_s disse...

Conheço essa fábula como sendo a tartaruga e o escorpião...
é só uma história que pretende no fim dar-nos uma lição!!! É a ingenuidade de uns contrastada com a falta de coragem (ou força) de outros para mudar...

SERVIÇO SOCIAL INTERCAMBIO disse...

Olá Luis, com "S""""""

Essa fábula também conheço com outro animal, mas isso não interessa, mas o que me chamou à atenção, foi não só foi a ingenuidade do sapo, mas a arte do escorpião convercê-lo!
O fato de alguém não saber nadar, não significa que queira morrer!!!
Pois o que alguns não sabem, os que mais afogam por ai, são exatamente aqueles que sabem nadar!!!!
Edmar
Ps: esse é mais um dos blogs!!!! rsrsrsr
(a)braços!