segunda-feira, 13 de outubro de 2008




Corre pé Corre pé
It doesn´t hurt me
Do sentimento de derrota
Do you want to feel how it feels?
Dos sonhos que a realidade não perdoa
Do you want to know
Da ingénuidade da esperança
Know that it doesn't hurt me?
Do bem que nos querem ignorando o mal que nos fazem
And if i only could Could make a deal with God
Do desejo de evasão
Running up that road
Da crença em absolutos de glória
Running up that hill
Do jogo perverso da luxúria
Running up that building
Do vício de ti
Bate pé bate pé Corre pé corre pé
Estou livre
Bate pé bate pé Corre pé corre pé

livre


foto by paulo

4 comentários:

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!


Liberdade boa ...essa de correr descalço na praia...


gostei do testo bilingue;)


beijosssssssss

memyselfandi disse...

Bem! E ainda chamam a Jason Mraz Mr. Wordplay... Esta composição com a letra da musica da Kate Bush está deveras original! Muito "deep", de facto!

Paulo disse...

É fácil: um jogging à beira-mar, um bom MP3, boa música como faz a Kate e depois é só passar a escrito o que nos vai na alma.

Obrigado pelas palavras e pela visita

XR disse...

Olha que a versão dos Placebo também não é nada má; bem mais dark, o que até apetece de vez em quando - serões tardios de um sofá na penumbra, um copo na mão, um gato enroscado e o luar na clarabóia ...