terça-feira, 13 de janeiro de 2009

A entrevista

É impressionante a quantidade de informação útil que se aprendem na internet. Mas não serve de nada se não lhe dermos uso. E foi o que fiz.
Apesar de trabalhar por conta própria e ainda ter 2 part-times, gosto de ir a entrevistas de emprego. É bom para ganhar experiência e à vontade. A crise está ai, e nunca se sabe.

E lá fui à entrevista. Bastante confiante e pipilante pois os conhecimentos recentemente adquiridos aqui na blogosfera são de alta qualidade quando bem empregues.
Entrei no contentor da obra e fiquei à espera da minha vez junto com vários pedreiros e operários. E fui logo o primeiro a ser chamado!
- Entre.
- Bom dia. Com licença.
- Vem para a vaga de servente? (pergunta o encarregando, olhando-me de alto a baixo)
- sim..
- Tem experiência?
- não, mas.. tenho alguns conhecimentos..
- conhecimentos? Olhe que isto não é brincadeira nenhuma.
- Não. Não.
- Então vamos lá ver esses conhecimentos. Mónica, podes entrar.
A Monica, vestida de fato, óculos e caneta na boca, entra no contentor e pôe-se a desfilar lentamente à minha frente.
- Então?? Onde é que estão esses conhecimentos?
- .... pessegueiro em flor pipilante de pintasilgo
- O QUE???(diz o encargado a cuspir o café)
- é que estou nervoso... vou tentar outra vez: Se a pita não tivesse sido petisa, penosa, pipilante, cambada e bicuda, os seis pintos não seriam petisos, penosos, pipilantes
- Mas você está a brincar comigo???(vocifera o homem quase me cuspindo na cara)
- Não! Não! Agora é que é: (olho para a Mónica a salivar e disparo) Chega-te aqui.Vou-te mostrar a minha alegria pipilante pelo chão da sala...
- Mas hó homem, você acha que é com isso que vai conseguir levantar o ego das nossas mulheres?? É assim que você quer dignificar esta nobre profissão? Já imaginou o que seria do país se as nossas mulheres fossem trabalhar com o ego em baixo?? Não lhe vou pagar para estar em cima de um andaime a dizer pipi pá qui, pipi pá li!!!
- mas...
- Contigo filha, era até ao osso!Anda cá que o pai unta-te! Tá a ver como é?
- mas..
- Desampare-me mas é a loja, que se faz tarde. Próximo!

E pronto. pelo menos tentei. Mas tenho que cá para mim os meus conhecimentos na arte do piropo estão avançados demais para a época..

15 comentários:

*flor* disse...

Looool

Eu pessoalmente não me sinto nada elogiada com os "piropos" dos """senhores""" das obras!!


beijinho*(=


(Fazes bem em ser avançado para a época!!)

Canto Definido disse...

Pipilante pá! Pipilante mesmo!!!!

Sayuri disse...

Bem apanhado :)

Canto Definido disse...

Deves-me uma, vamos lá então testar esses conhecimentos [+]

Tita disse...

O pipilante anda a fazer-te mal...
Tenho a dizer que homem como tu nunca daria bom servente. Onde porias a sensibilidade??

Astrid disse...

uma pessoa pode até ter certo êxito em ser servente, mas jamais será subserviente - e acabas de o provar...

Fenix disse...

E para que querias ser servente de obra?
Não é bem mais cómodo escrever?

Paulo disse...

Fenix
A criação sempre me fascinou. seja de uma obra literária, seja de uma casa. E se o arquiteto planeia, o operário constroi. Ergue paredes com as próprias mãos. Do nada cria uma obra com sangue suor e lágrimas, como se costuma dizer.
Gosto de me sujar. Gosto de trabalhar com as mãos.
Este post foi uma brincadeira, mas respeito muito os homens que constroem os edificios por onde andamos.

ps:eu não sei escrever. E mesmo que soubesse, dificilmente conseguiria viver à conta disso.

Paulo disse...

Tita
Um homem que se mata a trabalhar, com risco de vida muitas vezes a milhares de km's de casa, para proporcionar um mundo melhor aos que ama, é mil vezes mais sensivel que qualquer poeta que faz rimas para matar o tempo.

Canto Definido disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Canto Definido disse...

Somos todos necessários, uns mais que os outros, e sem os alicerces presentes na nossa sociedade o universo dos senhores engravatados ruía...

Fight Club, cheio de quotes memoráveis ;) O Palahniuk é um goddamn genius pá:

"We cook your meals, we haul your trash, we connect your calls, we drive your ambulances. We guard you while you sleep. Do not... fuck with us."

Tita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tita disse...

Pois, cá me queria parecer que o meu comentário poderia ser mal interpretado. Mas o que disse não foi, de todo, no sentido depreciativo em relação a serventes. A sensibilidade cabe em cada um nós, independentemente da instrução, profissão, nível de vida ou outros. Não é, no entanto e de forma alguma, nos piropos que revelam as deles (e repito que não quero com isto dizer que não sejam pessoas sensíveis). Só quis reforçar a ideia de que rimas foleiras não é contigo. Era um elogio para ti, sem criticar ninguém mais. (se me conhecesses, saberias.) Mas eu percebo! Espero-nos esclarecidos.

Paulo disse...

Tita
Esclarecidíssimo :)

Vertigo disse...

(risos)

:)