sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

muito amor

Houve um dia em que fiz um bolo com tanto tanto amor, que só comia um bocadinho por dia para o bolo durar mais tempo. E o amor foi tanto que o bolo ao fim de duas semanas (para um guloso é muito tempo) ainda existia e estava fofo como no primeiro dia.

Fazer o amor bem feito, é das coisas da vida que mais vezes sai ao contrário do que se esperaria. Como um bolo ou um souffle, que desaba mal sai do forno. Mas tal como uma boa receita, o amor bem feito é sempre algo do outro mundo.

E há a loucura na cozinha, como há o amor louco de paixão. Em que ele e ela foram feitos um para o outro e acaba de duas maneiras. Ou se matam um ao outro ou se matam separadamente, porque não vivem um sem o outro. É como aquele prato de sushi feito de um peixe raro e ultra venenoso, mas irrestivel para os japoneses, mas que pode acabar em tragédia. É um amor raro, tal como o peixe venenoso.

Dizem as boas línguas, que as melhores receitas nasceram de um impulso. A obra-prima nasce de um impulso. Concordo. Tenho um beijo recebido por impulso no meu top ten de beijos mais intensos. E tal como um bom cheff tem prazer ao proporcionar prazer através das suas receitas, também um bom amante, ao fazer o amor bem feito, tem prazer em dar prazer. Na sua essência acaba por ser um gesto de puro altruísmo. A atitude de um bom Cheff ao preparar um prato é a de entrega total, tal como a do bom amante.

Nas artes culinárias, o impeto de chegar a um prato divino, é de índole semelhante à da busca amorosa. E é só através da arte que podemos rivalizamos com Deus. Em nenhuma outra manifestação, o homem é tão livre como é o artista ao criar a sua obra-prima. E o amor bem feito é a mais divina das artes. Também conhecido com Ágape, nome dado à amante dos deuses.

Agora leiam o título do post anterior e com umas pitadas de entusiasmo juntem-no a este.

4 comentários:

Astrid disse...

Dizem que ela encomendou. Eçle confessou que atendeu a todos os desejos dela. Ele, tal qual o operário, não se atrasava...http://br.youtube.com/watch?v=V-u8WZBcn6w
Vamos comemorar? Vamos puxar assunto? ;)

crazy_girl disse...

hum... delicioso este texto deu me vontade de fazer um bolo, e extrair de mim estes sentimentos bons que carrego...
"E é só através da arte que podemos rivalizamos com Deus" Era esse o grande objectivo do movimento Romântico, o homem rivalizar com Deus e criar o mais puro de si sem ajuda divina...
Muito bonito... deixaste me a pensar...

;)

LiliS disse...

BOM ANO DE 2009 PARA TI!
BEIJÃO...

Laura disse...

Muito bonito...