segunda-feira, 30 de março de 2009

Quem está fora...

Teresa - Custou-nos muito tirá-la de casa. Mas tem de se divertir e nada de depressões. O divórvio é inevitável.
João - Divórcio não! Não faz sentido
- Divórcio sim! Já é impossível uma reconciliação.
- É que me parece uma reacção imatura e precipitada. Vai-se arrepender para o resto da vida! O António é um bom homem. Um cavalheiro.
- Lá porque é teu amigo não penses que é o melhor homem do mundo!
- Ora vejamos, tu (referindo-se a mim) que és homem e pensas com maturidade..
- Eu....
- E nós somos mulheres e pensamos com tanta maturidade como vocês.
- Vocês estão ofuscadas Teresa!
- Não estamos não! Tu sabes bem que essa relação já não faz sentido. Não existe amor.
- Não digas isso que tu não sabes, e além disso o amor não é tudo.
- È o mais importante e digo-te mais, a Ana é muito infeliz com o António. São danos psicológicos. Deve se divorciar, e o quanto antes.
- Mas e tu, não dizes nada? (voltando a referir-se a mim)

- Tenho que ir guardar a lenha na garagem. O tempo parece que vai mudar.

7 comentários:

Sanxeri disse...

O que só comprova a minha teoria... os homens têm medo do Amor. :)

memyselfandi disse...

Olha, também acho! Não há necessidade de traumas. Não dá? Divórcio!

Anónimo disse...

O amor não é tudo? Oi?


Su

mar disse...

...acho que fizeste bem...entre marido e mulher ninguém mete a colher...
...ou será a culpa não é minha?? eu até nem a acho nada atraente...a lenha é para quem?

Paulo disse...

mar
as minhas colheres estão todas guardadinhas na gaveta.
A lenha é para queimar na lareira nos dias frios de inverno ou nalguma baixa pressão repentina..

Ana Omelete disse...

eu acho é que essas decisões se tomam dentro do casal.
a ideia da lareira é boa, nunca tinha pensado nisso..
normalmente digo,
"epá, tenho de ir para casa que o meu cacto precisa de ser regado!"

boa semana ;o)

LiliS disse...

enaaaaaaaaa... forçaí!
beijos ;)