domingo, 25 de outubro de 2009

A mulher da minha vida??

-Olá
-Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!Que susto!!! O que é que você faz aqui??
- errr..eu reparei em si a noite toda e... vem sempre aqui?
- Não, só quando tenho vontade fazer xixi! ´Quem o deixou entrar aqui??? Saia já daqui!
- Entrei sem ninguém ver... queria falar consigo..
- E não podia deixar-me fazer xixi primeiro??
- Sofro de ansiedade...era agora ou nunca...e não é sempre que se encontra a mulher da nossa vida.
- Mulher da vida de quem?
- Da minha vida.
- Que espécie de maluco é você?
- O homem da sua vida!
- Desculpe??
- Sou o homem que nasceu pra casar e ter filhos com você.
- Ahahahahaha!!Essa é a sua melhor frase de engate?
- É sério...vamos conversar.
- Quer fazer o favor de fechar essa porta? Eu ainda não acabei aqui....
- Desculpe. Um homem sabe quando avistou a mulher ideal. Geralmente ela é bonita, sexy, tem gostos refinados e inteligência suficiente para ignorar piadas fáceis. É fina, detesta vulgaridades.
- Será pedir muito que me deixe vomitar em paz?
- Mas não era xixi?....
- O que eu faço na casa de banho não é da sua conta..
- Mas eu importo-me consigo.
- Socorro, está um homem aqui dentro!!!
- Chiuuuuu, não grite, eu só quero saber o seu nome.
- Eu estou bêbada demais pra saber o meu nome.
- Também estou um pouco tonto, confesso. Viu como nós combinamos?
- Saia já daqui e feche a porta antes que eu lhe enfie este balde de lixo na cabeça.
- Algumas pessoas passam a vida toda à procura de um amor perfeito. Alguém que te complete e ajude no que for preciso, faça companhia em todos os momentos
- Oh sorte a minha! Só me aparecem maluquinhos....vou vomitar..
- Sente-se melhor?
- Não acredito que você me viu a vomitar...
- Foi a coisa mais bonita que eu já vi.
- Acorde, seu idiota. Eu vomitei um pão com chouriço pra fora.
- Eu também adoro pão com chouriço e...snif snif.. com tequila?
- Espirrou em você, seu porco.
- Eu não me importo. O seu vômito é o meu vômito.
- Mas o que eu fiz para merecer um maluco destes atrás de mim?
- Há coisas que só o destino pode explicar.
- Mas de que planeta é você??? Larga o me pé, chulé.
- Só você é que não percebeu que isso tudo não foi por acaso.
- Você seguiu-me. Eu pedi ajuda e ninguém o tirou daqui. Eu dou-lhe um banho de pão com chouriço e tequila e...
- O nosso primeiro encontro...
- Mas você está bem?? Nada disto é um encontro! Saia já da minha frente seu anormal!
- Não posso abandonar a mulher da minha vida.
- Mas que mulher da sua vida o que?!!? Deixe-me ver o que colocaram no seu whisky.
- Nós somos o casal ideal. Nascemos um para o outro. Sabe quais são as hipoteses disso acontecer? Uma em cada 150 milhões!
- Bem menores do que as hipoteses de eu lhe enfiar esta bota pelo seu rabo acima.
- Você não faria isso com o seu futuro marido...
- Oiça bem... Primeiro: eu já tenho namorado. Segundo: você não faz o meu tipo.Terceiro: isto é a casa de banho das senhoras e você não pode estar aqui...
-O segredo da relação perfeita está na identificação da sua alma gêmea. Geralmente ela é loira, alta e tem um piercing no nariz. Pode também não ser nada disso. Não importa. O grande lance é perceber se essa alma combina com a sua, tem gostos iguais, beijo bem e, de preferência, um cabelo sem gel. Quer apostar que nós nascemos um pro outro?
- Ridículo... vou ficar com peso na consciência.
- Por que não tenta? Diga uma cor.
- Preto.
- A ausência de todas as cores... A minha preferida também.
- Que parvoice...
- Um filme.
- "Judas a cagar no deserto e a limpar o cu a um tojo".
- O mesmo que o meu... Quer prova mais definitiva?
- Mas esse filme nem existe!!!Existe?...Mas que conversa mais parva... eu não fui com a sua cara, deixe-me.
- Última chance. Diga uma música.
- Ai meu Deus, dai-me paciência... Uma música?...Qualquer uma do Tony.
- Tony? Tem a certeza?
- Absoluta.
- Então você tem razão... a minha mulher ideal não gosta de música pimba.
- A sério? E que som ela curte?
- Rock, alguma coisa de Jazz... dependendo do dia.
- E o que tem de mal o Tony?
- Nada, só não é mulher para mim. De qualquer forma, foi um prazer. Todo a gente erra. Quem nunca pensou ter encontrado o grande amor e depois descobriu que ele roncava, tinha caspa e não era muito chegado a banho no inverno? Se fosse fácil não teria graça. O importante é não desanimar, e não foi dessa vez, partir pra outra. Tente declamar seu poema preferido em praça pública e espere alguém completá-lo. Se ninguém se manifestar, saia correndo. Podem ter chamado a polícia.
- Espera.
- O que foi?
- Eu também gosto de rock....Xutos e tal... A minha mãe ouve Jazz o dia inteiro.Tecnicamente, se eu estou em casa, também oiço.
- Não sei.... Acho que foi um engano.
- Mas como é que podes saber?
- Olhando bem... você é mais alta do que eu imaginava. A mulher da minha vida tem 1, 60 de altura. Foi um prazer.
- Espera, eu estou de saltos. Olha ... fiquei mais baixa.
- Você não tem nada a ver comigo.
- Tenho sim.
- Que interesse repentino pela minha pessoa... Até um minuto atrás você queria que eu fosse embora.
- Também não sei o que me deu.
-E o seu namorado?
- Está na minha frente, com uma coisa esquisita na camisa...
- Que nojo... o que mais você comeu, hein?
- Pizza, antes de sair de casa.
- Eu não posso ser o seu namorado, você já tem um.
- Eu menti.
- Só para me afastar? Conseguiu. Tchau.
- Volta aqui, meu amor.
- Afaste-se de mim, sua louca!!!!
- Só saio daqui casada.
- Largue-me!Socorrooooooooo!!!!
- Achei o homem da minha vida !!!

Peça de Fernado Veríssimo (humildemente adaptada por mim)

4 comentários:

Fenix disse...

ahahaha!!!

A mente humana é mesmo retorcida...!
Ninguém quer sentir-se rejeitado, é o que é...

Mas pelos visto também não reage bem quando é escolhido(a)...!

Lillium_s disse...

hilariante!!!
Obrigado pelo momento de riso....
kiss

Catarina Duarte disse...

Ahah! Adorei o texto!
Queremos sempre o que não nos quer...

Gostei do blog, vou seguir ;D

Beijos

Kika disse...

Luis Fernando Verissimo? Esse mesmo que eu venero e adoro o humor? É?