sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Cristina, não vais levar a mal, mas... não, não é...

Nestes dias tive cá por casa um amigo do norte recentemente divorciado. E claro, entre umas cervejas estupidamente geladas a conversa recaiu sobre as mulheres das nossas vidas.

- E lembras-te da Manuela?
- Então não?! Loirissíma, bonita, alta, magra, quem não se lembra?
- E ao que me lembro, ainda andaste enrolado com ela, não?
- Quase. Tinha um feitio terrivel. Muito impaciente, irritava-se com pouco. Parecia que estava à beira do orgasmo, mas não se vinha...(risos)
- Sim, eu lembro-me. Muito vistosa e convencida mas quando bebia uns copos ficava porreira, dançava e divertia-se, o pior era levar com ela depois... Entretanto admira-me não lhe teres dado o orgasmo (risos)
- Já andava com a Maria na cabeça...
- Nunca percebi essa tua atracção pela Maria, não era nada de especial...
- Lembras-te daquela música dos Rockivarius? nananna Cristina, não vais levar a mal, mas beleza é fundamental ..
- Lembro! Coitada da Cristina que levou com esse refrão tantas vezes nos anos 80... (risos)
- Estavam enganados! Uma mulher interessante é mais bonita que uma mulher cuja beleza não suscita dúvidas. Gosto de uma mulher que me perturbe. A beleza enche os olhos e pronto. Não é fascinante começar a gostar cada vez mais sem saber bem porque?
- Coitada da Manuela, será que já conseguiu ter um orgasmo? (risos)
- Acho que não, a última vez que a vi, andava a bater com as portas do carro!! (risos)

3 comentários:

Metade da Laranja disse...

Pois não, não é fundamental. O fundamental é aquilo que não se sabe, que acontece não sei porquê, nem como, nem quando. É o inexplicável.

Anónimo disse...

por acaso não és gaja, pois não?

Anónimo disse...

Hoje, não preciso de protecção
Sou dona de mim mesmo
Já não tenho medo da escuridão
Mas não gosto de me deitar cedo!

Não levo a mal, mas a beleza interior é fundamental ... pena que tenha de ter aprendido à força!